quarta-feira, 28 de maio de 2008

trecho 1

"Às vezes a vida, o sofrimento, as injustiça é maior do que nóis. Mas se a gente acreditá numa luzinha que mora no fundo do dentro da gente, a gente vorta a sonhar. Vorta a sabê que nóis, que gente foi feito pra inventar o mundo de novo, pra mudá e desmudá carregando a alegria."

do personagem Fulgêncio da peça "Beco, a Ópera do Lixo" (escrita por Regina Bertola)

3 comentários:

Daiane Oliveira disse...

o importante é nunca deixar q essa luzinha se apague...

lindo textinho, amada

muáh em tu

Cassandra Brunetto disse...

Olááááá!!!!

Te achei no blog do Gilberto e da Daia!

Adoreiiiiiiiii esse trecho! Lindinho!

Bjoks e parabéns pelo blog!

Lu Bendati disse...

Obrigada Cassandra, volte sempre!
bjs