quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Meus olhos verdes choram...

... e não tem como ser diferente.
Diante de tantas manifestações, abraços, palavras amigas e homenagens ao meu pai, eu engasgo, sorrio, entristeço, me emociono, me orgulho.
Em primeiro lugar, agradeço a todos os comentários no post anterior aqui do blog. Cada um destes comentários foi recebido com muito carinho. E me confortaram.
Hoje, mais uma leitura me trouxe doces lembranças, muitas divertidíssimas, sobre meu pai no blog da GRAFAR. Convido vocês a partilharem esta leitura comigo. É um tributo ao Bendati.


A exemplo de 1998, ano da morte de minha mãe, acho que minha ficha ainda não caiu por completo, visto também que tem sido uma época de muito trabalho (graças a deus...). Ou talvez o meu anjo porteño esteja agora, junto com minha mãe guerreira, cuidando de mim e tentando colocar um pouco de serenidade e maturidade no corpo e alma desta "boluda".

Mas, ainda que com a tranquilidade de saber-te descansando agora pai, sinto tua falta. E da mãe também.

Beijo vocês.

2 comentários:

André disse...

Tu e Mercedes têm muito mais "irmãos" que podem imaginar. Para o Bendati, devo ter sido um de milhares de alunos, mas para mim ficou muito: exemplos de professor e profissional que tento seguir, exemplo de trajetória pessoal riquíssima e interessantíssima e, sobretudo - por que é muito mais raro - a impressão de um cara bom, inteligente, firme e doce ao mesmo tempo, sério e engraçado simultaneamente. Lucinha, lamento só ter ficado sabendo ontem. Junto a esses comentários e mensagens lindos o meu beijo pra ti.
André Grassi

Rosangela disse...

Lucinha querida
A beleza das tuas palavras refletem a luz do teu coração, pedacinho de sol do anjo Aníbal. Soube somente hoje, ao ler tua homenagem, que ele partiu. Na nebulosa da descoberta, vi o mundo mais escuro. No entanto, ao remexer a caixa da memória, encontrei tanta alegria, tanta energia bonita, que a nebulosa se dissipou. Concluí que nada, ninguém, nem a saudade encobre a luz do Bendati.
Beijo e um abraço forte e carinhoso para ti e para a Mercedes.